Coordenação pastoral

  • Coordenadora Nacional
    Ana Paula Gomes Lara - Porto Alegre/RS
    laralibras@gmail.com

  • Vice-Coordenadora Nacional
    Darlene Nunes - São Paulo/SP
    dorydada@gmail.com

  • Assessor Eclesiático Pastoral
    Pe. Agnaldo do Carmo - Belo Horizonte/MG
    padreagnaldo@yahoo.com.br

  • Secretário Nacional
    Alvaro Ferreira
    alvarodsf@hotmail.com

  • Coordenador Nacional dos Intérpretes Católicos
    Marcelo Dias Santana - Belo Horizonte/MG
    diasturbh@gmail.com

  • Vice Coordenadora Nacional dos Intérpretes Católicos
    Cassia Souza - Brasília/DF
    cassia_pj@hotmail.com

  • Assessor Eclesiástico dos Interpretes Católicos
    Pe. Agnaldo do Carmo - Belo Horizonte/MG
    padreagnaldo@yahoo.com.br

  • Assessor do Bispo Referencial
    Cesar Bacchim
    bacchim@globo.com

  • BISPO REFERENCIAL PARA A PASTORAL DO SURDO DO BRASIL (DOM CELSO ANTONIO MARCHIORI)

  • Regional Centro Oeste (Goiás, Parte de Tocantins e Distrito Federal ( Brasília))
  • Regional Leste 1 (Rio de Janeiro - LESTE 1 )
  • Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo)
  • Regional Nordeste 1 (Ceará )
  • Regional Nordeste 2 (Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Fernando de Noronha)
  • Regional Nordeste 3 (Bahia e Sergipe - surdosfsaba.50webs.com)
  • Regional Nordeste 4 (Piauí)
  • Regional Nordeste 5 (Maranhão )
  • Regional Noroeste (parte do Amazonas, Acre e Rondônia)
  • Regional Norte 1 (Amazonas e Roraima)
  • Regional Norte 2 (Pará/Amapá)
  • Regional Oeste 1 (Mato Grosso do Sul)
  • Regional Oeste 2 (Parte do Mato Grosso e parte de Tocantins)
  • Regional Sul 1 (São Paulo - http://pastoraldossurdossp.blogspot.com/)
  • Regional Sul 2 (Paraná )
  • Regional Sul 3 (Rio Grande do Sul - pastoraldosurdopoa.blogspot.com)
  • Regional Sul 4 (Santa Catarina)

  • MISSÃO

    A Pastoral do Surdo é uma ação da Igreja Católica que tem como princípio e fundamentação no próprio projeto de vida e da pessoa de Jesus Cristo relatada no texto de Marcos 7, 32-35.

    • Anunciar Jesus Cristo às Comunidades de Surdos, presentes nos Regionais do Brasil através dos agentes de evangelização (catequistas e coordenadores);

    • Possibilitar aos surdos um espaço dentro da Igreja Católica, assumindo diversos serviços e de ministérios;

    • Dar testemunho de vida cristã dentro da Comunidade, buscando eliminar o preconceito, o individualismo e a discriminação, presente ainda hoje nas famílias, nas escolas, no mundo do trabalho e nas Igrejas;

    • Conhecer os meios de comunicação do surdo, particularmente a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), instrumento e mediação do diálogo com os outros e com Deus;

    • Respeitar a identidade e a cultura dos surdos brasileiros e de outras comunidades de surdos do mundo, a fim de valorizar a vida e todas as suas potencialidades.